Como Bloquear Telemarketing

como bloquear telemarketing

O telemarketing é modelo de negócio de prestação de serviços originado nos EUA; espalhou-se pelo mundo como rastilho de pólvora e, infelizmente, assusta e causa espanto semelhante a rastilho de pólvora. Como interromper esse rastilho? Como bloquear telemarketing?

As características negativas manifestadas por esse tipo de serviço são tantas que geraram e ainda geram uma infinidade de memes, piadinhas e especialmente mal-entendidos. Veja no capítulo “Adendo” deste artigo algumas histórias bem legais sobre como bloquear telemarketing e sobre o telemarketing propriamente dito.

Como bloquear telemarketing: isso é possível?

É possível saber como bloquear telemarketing no seu aparelho celular.
É possível saber como bloquear telemarketing no seu aparelho celular.

Em diversos países, imaginar uma sala de telemarketing, também chamada “Central de Televendas”, é pensar em uma jaula de lobos da Wall Street. Como se sabe, essa grande avenida no centro de Nova Iorque se tornou enorme funil econômico do mundo. Nesse cenário, fica difícil pensar numa maneira de como bloquear telemarketing.

Ali, naquela avenida fria, sentados em suas caldeiras alimentadas pelo ego, homens de terno e gravata usam de práticas agressivas para angariar lucro sobre lucro. Ali também são inúmeras as histórias de fraudadores, golpistas e enganadores.

Já no Brasil, pensar em “central de televendas” se mostra estafante. E irritante. Garotas mal pagas, a maioria sem nível acadêmico razoável, sem outra profissão aprazível, se dedicam a contatar eventuais clientes a qualquer hora do dia. Ou da noite.

Ou da madrugada. E pegá-los – “incomodá-los” seria o termo mais adequado – em qualquer situação.

Importante: É assim que infelizmente se vê no Brasil o trabalho de televendedoras e televendedores. Este site não corrobora essa visão. Pelo contrário: tem grande respeito pelo trabalho das empresas e de seus funcionários.

Portanto, como bloquear telemarketing? Como se livrar desse rastilho de chamadas telefônicas?

Conheça a história para desenvolver estratégias de “livramento”.

Como bloquear telemarketing: quem criou essa necessidade

Em verdade, nada do que se imaginou aí acima tem relação com a origem dos serviços de televendas e, por extensão,  com a atual questão “como bloquear telemarketing”. É hoje um dos meios de marketing mais transparentes e lucrativos usados ​​atualmente pelos profissionais de vendas.

Assim, na origem, nada de homens de gravata, nada “lobos das finanças”, nada também de meninas mal instruídas em seus afazeres. Ou seja, apesar do estereótipo criado para nós, o telemarketing veio de origens humildes e foi idealizado por um grupo de mulheres.

Sim… sim… isso mesmo. Mulheres criaram o conceito de telemarketing.

As mulheres, que eram originalmente donas de casa, reuniram-se com um interesse comum: assar bolos e ganhar seu próprio dinheiro. Nesta fase, ninguém era “profissional”. Contudo, não tão diferente de hoje, as mulheres experimentaram diferentes técnicas de conversação para vender.

Ou seja, se recriaram em termos de empreendimentos.

O grupo passou a discutir como fazer seus bolos chegarem às consumidoras. Com a experiência da conversação entre si, elas pensaram num jeito de fazer o tema alcançar o mercado. Detinham jeitão, “know how” natural para isso: tranquilidade ao falar, conhecimento de causa e empatia.

No geral, essa abordagem foi um sucesso e as mulheres continuaram a assar seus bolos. Contudo, algumas delas passaram a propagar seu trabalho por telefone. Aliam-se as características feminina elencadas acima à apreciação mundial por  bolos e tem-se o sucesso das conversas por telefone.

Estudo de caso de forma natural

O dia a dia daquelas mulheres era pleno de assimilação de experiência. E da maneira mais natural possível. Afinal, é cientificamente conhecida a disposição feminina para falar bastante. [E aqui não há qualquer espécie de crítica ou segundas intenções.]

Como, afinal, é também cientificamente conhecida a disposição feminina à empatia e à simpatia. Portanto, capturar informações sobre suas clientes e criar um “banco de dados” foi estratégia tão natural que nem se pode chamar estratégia propriamente dita.

Nesse sentido, passar das conversações presenciais para conversações telefônicas foi automático.

A experiência delas usada por eles

No início dos anos 1900, quando a Multi-Mailing Co. começou a compilar e vender listas telefônicas locais, a primeira “lista de leads” tinha em torno de 600 mil números.

Naquela época, o sistema telefônico recém-desenvolvido consistia de pessoas de posse. Afinal, as linhas telefônicas ainda eram consideradas bens de luxo. Ou seja, somente famílias ricas podiam dispor de telefone.

Portanto, os “alvos’ ofereciam enorme potencial de retorno. Isso foi nos inícios do século 20. E, no meio daquele século, a primeira empresa de telemarketing, DialAmerica, fez as primeiras chamadas para clientes. Montou seu primeiro “call center” com apenas duas estações de chamada – uma de entrada e uma de saída.

O sucesso da estratégia se intensificou na economia em expansão do pós-guerra. Hoje, a DialAmerica é um dos maiores centros de atendimento operacional do mundo. Os profissionais de marketing atuais entendem a importância de coletar dados de qualidade para produzir retorno do investimento para seus clientes. E eles devem àquelas mulheres essa percepção.

Vários anos depois, o PMBX foi inventado. Trata-se de quadros de distribuição gigantes que eram operados por recepcionistas. Elas conectavam manualmente as chamadas ao ramal correto. Isso ajudou sobremaneira o trabalho das “antigas televendedoras”.

Naquela época, o setor ainda era bastante povoado por mulheres, que se acredita terem abordagem calorosa, natureza agradável e, finalmente, salário mais barato.

Avançando… avançando…

O Bell Telephone chegou alguns anos depois. Era um sistema de computador capaz de discar números por tons e não por disco rotativo. De certa maneira, esse sistema também ajudou muito os televendedores.

Interessante: “a culpa foi do Bell Telephone. Ele possibilitou invenção da ‘Resposta Interativa por Voz – IVR’, motivo de toda a raiva dos americanos. Veja mais abaixo sobre isso”.

Como bloquear telemarketing tanto no Brasil quanto nos EUA

O sucesso pra valer do telemarketing (e a consequente ânsia por como bloquear telemarketing) se deu mesmo foi na década de 70. Ainda assim, os mais experientes televendedores conseguiam contatar menos de 100 clientes por dia.

A tecnologia da informação avançou muito naqueles anos e as operadoras puderam eliminar o sistema manual de transferência de chamadas. Criou-se o URA, início dos sistemas automatizados de contatos telefônicos. Não se tratava ainda dos conhecidos “robozinhos”, mas se pode considerá-la protótipo deles.

O sucesso, como foi dito, foi pleno, apesar das complicações, despesas e vocabulário limitado de computador que aumentou ainda mais a aversão do público pelo telemarketing. E também a preocupação de como bloquear telemarketing.

Os resultados foram tão arrasadores que os gastos com telemarketing ultrapassaram os gastos com publicidade em mala direta pela primeira vez. E foi naquela década.

Início do fim

O fim da década de 90 começou a significar também o “início do fim” da assertividade das televendas. A insistência das ligações com falta de bom senso estavam minando a paciência do público desde os princípios daqueles anos. Foi quando o “como bloquear telemarketing” ganhou mais força.

Somado a isso, custos anuais de fraude se mostraram fora de controle. Tanto que diversos órgãos oficiais e não oficiais passaram a criar regulamentos para proteger os clientes. É o caso, por exemplo, da lista de números de consumidores que não querem receber esse tipo de ligação.

Para se ter uma ideia, os pedidos de remoção de números da lista dos “robozinhos” subiram até mais de de 2,5 milhões já naquele fim de ano nos EUA. No ano seguinte, 2000, passaram de 3,2 milhões. Isso porque os serviços eram regionais.

Finalmente, como bloquear telemarketing

No Brasil é possível saber como bloquear telemarketing no seu aparelho celular através de um cadastro.
No Brasil é possível saber como bloquear telemarketing no seu aparelho celular através de um cadastro.

No Brasil, o prazo para que as empresas de telecomunicações publiquem lista de consumidores incluídos na lista de não receptores de ligação de telemarketing se encerrou em 16 de julho passado [estamos em 2019]. O nome do sistema é informal, mas comporta todos os números  de proprietários de telefones fixos e móveis que preferem bloquear ligações semelhantes.

As regras para inclusão dos números são da Agência Nacional de Telecomunicações – Anatel. As empresas também precisam indicar maneiras de o consumidor manifestar seu interesse em ser incluído.

As empresas devem também ter meios de como bloquear telemarketing que usam os conhecidos “robozinhos”. Estes são, em verdade, softwares específicos que vão fazendo ligações sobre ligações durante o dia inteiro, nas 24 horas. Tão logo uma chamada seja completada, eles transferem a ligação para um atendente.

Ou o consumidor simplesmente passa a ouvir as famigeradas musiquinhas. Elas são, via de regra, os motivos pelos quais houve aumento estratosférico de queixas no Procon contra operadoras de telemarketing. E, certamente, aumento de buscas de estratégias de como bloquear telemarketing.

Como se cadastrar na lista

O consumidor precisa se inscrever, se cadastrar nos links dos serviços de proteção ao consumidor de seus respectivos estados. É possível informar tanto números de telefones móveis quanto de telefones fixos.

Tão logo inclua seus números, o Procon vai enviar uma senha por e-mail. De posse dela, deve-se retornar ao site e finalmente se inscrever. E o número de telefone permanece bloqueado para ligações de telemarketing por prazo indeterminado.

Entretanto, caso o consumidor deseje retirá-lo da lista, é possível fazê-lo a qualquer momento. É também possível escolher quais empresas terão permissão para ligar o número cadastrado.

O mesmo serviço é oferecido pelo site “Não Perturbe”. Ele está no ar desde meados de julho passado [estamos em 2019] e é mantido pelas operadoras de telefonia.

A lista inclui empresas eventualmente de cunho social que costumam pedir doações por telefone. Há, portanto, meios de como bloquear telemarketing também desse tipo de ligação.

Dessa maneira, as operadoras de telemarketing têm até 30 dias para acessar a lista de telefones inscritos e, assim, evitar ligações para tais números. As multas para quem descumprir essa regra são altíssimas.

Para o consumidor, não há qualquer custo para inclusão de número na lista.

Se esse meio de como bloquear telemarketing não funcionar?

Se um número estiver incluído na lista e, ainda assim, receber ligações de telemarketing, o consumidor pode denunciar. Para isso, basta registrar a denúncia no próprio site do Procon.

Deve também informar o horário da ligação e o nome da empresa.

Diz o site do Procon:

“A Fundação PROCON-SP poderá expedir comunicações às empresas e impor sanções no caso de transgressão ou violação das regras do Cadastro para Bloqueio do Recebimento de Ligações de Telemarketing, mas não indeniza ou repara eventuais danos individuais causados”.

Adendo: Outros meios

Esses meios abaixo são alternativos, nada convencionais e, certamente, brincadeira. Ainda que o assunto seja sério, é sempre bom desanuviar um pouco o fígado.

Isso é interessante: ainda que tais métodos sejam brincadeira e não convencionais, nada impede que sejam usados. Isso não vai fazer que seu número seja retirado do sistema de telemarketing, mas, pelo menos, você não vai precisar brigar com o televendedor.

Porém,  a melhor maneira de se livrar de ligações de televendas é usar de educação e cordialidade. Afinal, o trabalho do televendedor merece todo respeito como o de qualquer outro profissional. Assim, diga que não pode atender e que vai desligar o telefone.

No caso de haver insistência, interrompa, diga novamente e, finalmente, desligue. Certamente vai continuar a receber ligações, mas você e o televendedor vão se sentir bem durante todo o dia.

Pau que dá em Chico dá em Francisco

A gente mencionou acima que as famigeradas musiquinhas são verdadeiro inferno quando se precisa falar com algum atendente. A gente reconhece também que a culpa não é deles, mas da falta de bom senso da empresa.

Então, quando receber alguma ligação, aproxime-se de seu aparelho de som e coloque uma música qualquer, pedindo para o atendente aguardar um pouco. Vez ou outra, retorne e diga “Não desligue. Sua ligação é muito importante para mim”.

Contudo, é possível que já não haja ninguém na linha quando você retornar.

Você fala chinês?

É possível que o televendedor também não fale. Então, converse com ele em chinês. Quanto menos inteligível for, melhor ainda. Porém, se você souber falar esse idioma, é ainda mais eficiente.

Uma variante dessa artimanha é imitar voz de criança. A variante mais extrema é sonorizar sons de animais, como latido ou miados, por exemplo.

Fale baixinho

Você pode responder com a voz quase inaudível, como se estivesse muito longe. Talvez o televendedor desligue e ligue novamente. Mas, se você repetir a operação, vai ficar bastantes semanas sem receber ligação. Pelo menos da empresa em questão.

Transfira a ligação

Se houver mais alguém na casa, diga que o tema da ligação não é da alçada de seu departamento e que vai transferir para o setor competente. Passe o telefone para outras pessoas, que devem repetir a informação.

Afinal, é isso que as operadoras fazem com o consumidor.

Então é isso

É bem possível que você tenha passado por situações estressantes com televendedores. Qual é sua estratégia? Fale pra gente na área de comentários logo abaixo.

RESPONDER