celular gamer

Celular gamer: Os melhores celulares para jogos baratos

Que a tecnologia evolui a passos largos, todos sabemos. E percebemos. E admiramos. Que cada passo dessa evolução agrada cada vez mais, também já se sabe. Contudo, que atenda exclusivamente a determinados gostos, isso é fantástico! É o que faz o celular gamer: alimenta o prazer de certa parte dos consumidores de smartphones.

Não especificamente, claro. Ou seja, um celular gamer não serve apenas para jogos. Entretanto, tudo nele é voltado para esse tipo de divertimento, tudo nele é pensado para que o jogador tenha as melhores experiências com games em seu aparelho.

É o que muitos especialistas andam chamando de tecnologia dirigida. Aliás, esse não é conceito atual. Contudo, tem sido percebido com mais dinâmica e intensidade ultimamente.

Por que, afinal, um smartphone tipo celular gamer?

O celular gamer é mais propícios aos jogos.
O celular gamer é mais propícios aos jogos.

Outros especialistas dizem que o mercado de smartphones está mais que saturado. Segundo estudos de vários órgãos europeus, a quantidade de fabricantes e, consequentemente, de modelos e unidades já beira o absurdo.

São mais de 630 milhões de unidades ativas somente na Europa; no mundo, ultrapassaram os 5 bilhões. Conforme outros estudos, estes na área industrial, tem havido queda no interesse do consumidor em relação a smartphones. E isso já há pelo menos dois anos.

Tais estudos jogam alguma preocupação sobre fabricantes. E, claro, essa preocupação os faz buscar novos conceitos, novas ferramentas e nova forma de apresentar suas unidades aos mercados.

Daí a necessidade de diversificar. Como o campo dos games é sempre promissor porque é interesse da parcela mais ativa do mercado – os jovens -, nada mais óbvio que investir em entretenimento. Em outras palavras, em jogos.

Busca por novos conceitos

Os especialistas em mercado de smartphones são unânimes em apontar algumas tendências de melhorias para futuro breve. Juntamente com o celular gamer, elas devem servir para se dar um up nas vendas dos fabricantes preocupados.

Assim, é possível que em um ou dois anos já se tenha dispositivos com:

  • Realidade aumentada mais funcional e menos lúdica
  • Carga de baterias com muito maior tempo útil – ou seja, melhoria nas já existentes
  • Anulação das bordas do visual frontal
  • Telas não necessariamente dobráveis, mas completamente flexíveis
  • Carregamento de bateria por wireless mais eficiente – ou seja, melhoria no sistema já existente
  • Comandos por voz, gestos e efeitos faciais mais consistentes

E ainda muito mais características. E a maioria associada às questões do celular gamer.

Veja abaixo o que é celular gamer e também dicas do que há de melhor “atualmente” nesse universo. E há motivo para que o termo “atualmente” esteja destacado. É possível que essas dicas já sejam obsoletas dentro de alguns meses.

O que realmente é celular gamer

O ceular gamer é um smartphone que joga muito bem.
O ceular gamer é um smartphone que joga muito bem.

Como a gente deixou a entender acima, o nome celular gamer pode dar impressão de que se trata de aparelho exclusivo para games. Entretanto, a ideia é outra. Afinal, essa estratégia seria um tiro no pé dos fabricantes, já que o mercado a encararia como oportunismo mercenário.

Assim, um celular gamer é um dispositivo móvel com todas as características de um smartphone. Entretanto, as funcionalidades voltadas a jogos e entretenimento de maneira geral são muito mais eficientes, contundentes e operacionais. Em termos genéricos, é um telefone que joga bem.

Nesse caso, um celular gamer tem excelência no processamento de dados, robustez na memória RAM, sistema de som adaptado a detalhes de jogos, adequação quase perfeita à compatibilidade com os sistemas operacionais móveis e outros dados mais.

Então, o celular gamer apresenta configuração quase totalmente voltada a jogos, à diversão. Assim, suporta a esmagadora maioria dos aplicativos atuais e certamente o que ainda estão em fase de criação. Essa tendência já quase se mostra regra clara e lógica no mundo dos fabricantes.

Bem, prova disso é que grande parte dos desenvolvedores já está preferindo apresentar seus produtos nas plataformas Android, iOS e outros sistemas operacionais mais indicados a smartphones.

Por que ainda são caros

São caros ainda porque é isso que acontece com todo novo produto em qualquer nicho de mercado. E de serviços também. Toda novidade é cara porque os fabricantes não estão seguros de que vá vingar. Portanto, precisam recuperar os investimentos o quanto antes.

Tão logo a novidade se instale no gosto dos consumidores, o valores finais tendem a baixar. Além disso, a concorrência passa a produzir a novidade e a competitividade ajuda ainda mais.

Assim, atualmente, é difícil encontrar um bom celular gamer por menos de mil e poucos reais. Mesmo aqueles que custam mais ou menos isso tendem a apresentar certos problemas, o que anula a relação custo-benefício.

Nesse caso, como seria um bom celular gamer? Seria aquele que contempla menos ainda outras funcionalidades. Ou seja, a câmera não é tão boa, o acesso à TV é quase de má qualidade etc.

Além disso, a ergometria é contemplada. Isto é, a maneira como o aparelho se adapta a movimentos dos dedos, pois são estes que precisam de liberdade.

Melhores modelos de celular gamer

Até o momento, o mercado de celular gamer elegeu a Razer e a Asus como os melhores fabricantes de modelos apropriados ao consumidor. Afinal, ambas as empresas foram as primeiras a perceber essa tendência. E, claro, as primeiras a investir nela.

Asus – ROG Phone

Asus - ROG Phone
A Asus chamou essa linha de Republic of Games – ROG. Por sua experiência nesse campo, talvez não haja mesmo título melhor para ela.

Esse dispositivo celular gamer foi lançado em meados de 2018. Seu visual é diferenciado justamente para ser notado por entusiastas de games. Dizem, inclusive, que o próprio visual tende a forçar a atenção do consumidor para jogos virtuais. Ele “cheira” à resistência e a desempenho.

Todos os jogos atualmente no mercado, incluindo os mais antigos, são compatíveis com esse modelo de celular gamer. O processador snapdragon 845 com oito núcleos e GPU Adreno 630 solidifica essa capacidade. Sua tela de 6 polegadas com resolução de 2160X1080 é ideal.

A força do processador aliada à facilidade visual da tela são perfeitas para jogos. Ainda que o jogo seja do tipo bem pesado, o dispositivo tem desempenho bem atraente, bem convidativo.

O espaço para armazenamento é grande com seus 512 GB. Como as equipes da empresa perceberam, jogadores não necessariamente compulsivos mantêm o aparelho ligado por horas e horas. Nesse cenário, incluíram um cooler no conjunto de acessórios. Assim, o problema com superaquecimento se torna praticamente contornável.

Razer Phone

Razer Phone
O Razer Phone é produto da vivência da fabricante no campo de celular gamer. A tela desse modelo é um pouco menor que a do modelo da Asus, pois tem 5,72 polegadas. Porém, segundo usuários, ela é mais consistente, mais vibrante. Dispõe de 2560X1440 pixels de resolução.

Portanto, a tela trabalha muito bem com games pesados, com desempenho de alta qualidade. Afinal, dispõe de excelente taxa de atualização, o que a faz responder rapidamente aos comandos.

Além disso, o processador snapdragon 835 de oito núcleos dá poder ao dispositivo. E a capacidade de armazenamento de até 512 GB é perfeita para jogos off line. Ainda, dispõe de carregamento sem fio.

Há dois pontos a se destacar:

  • Possibilidade de você optar por níveis de iluminação. Isso facilita muito no momento de tratar com games de diferentes performances gráficas
  • Sistema de resfriamento. O Vapor Chamber opera durante o tempo de sessão, de forma que a impressão de que o aparelho esteja aquecendo é mínima

BlackShark Helo

Xiaomi BlackShark Helo
Esse modelo é da fabricante chinesa Xiaomi. Aliás, já tem até mesmo atualização. Esse é um dos exemplos de dispositivo que até a aparência lembra aparelho específico para jogos. A gente olha pra ele e sabe que tem boa manuseabilidade, pois o material tem boa aderência na parte traseira.

A interface dá atenção especial a boas sessões de jogos. A tela se apresenta com 6 polegadas e foi adaptada ao tipo Amoled. Os 10 GB de RAM e a capacidade de armazenamento de 256 GB são mais que suficientes para oferecer excelente experiência.

Seu processador Snapdragon 845 se mostra bom compatível, pois é top de linha, segundo usuários e a própria fabricante. Junto com o bom sistema operacional Android 8.0 Oreo, é evidente que seu desempenho é excelente.

O aparelho tem bateria de 4000 miliampere, o que completa o senso de admiração por parte de proprietários. As câmeras não acompanham o nível do aparelho. Mas, afinal – como a gente destacou -, elas não são importantes, pois o objetivo se volta para jogos e não para captura de imagens.

Nubia Red Magic Mars

Nubia Red Magic Mars
A primeira versão desse modelo de celular gamer se chama Red Magic; o termo Mars certamente impõe aura de vanguarda. Aliás, a marca Nubia transformou-se em subsidiária da empresa chinesa ZTE.

Trata-se de modelo com visual bem mais robusto, o que dá impressão de aceitar e trabalhar bem com jogos pesados. Essa foi, com certeza, a intenção do departamento de marketing da empresa. E seu chip Snapdragon 845 que opera sob gerência do sistema operacional Android 9.0 Pie confirma essa visão.

Há aparelhos com RAM de 6 GB, 8 GB ou ainda 10 GB que é para garantir desempenho de todos os tipos de jogadores. Para acompanhar, há três níveis de capacidade de armazenamento: 64 GB, 128 GB ou 256 GB.

Sua tela Full HD de 6 polegadas. Diz-se que a traseira vem bem “antenada” com as tendências visuais atuais. E também dispõe de ventoinhas para melhorar a temperatura da estrutura interna.

O conjunto de características anunciado pela fabricante inclui um sistema que ela chama de Gameboost. Segundo ela, trata-se de processo que melhora consideravelmente o desempenho do dispositivo durante longas sessões de jogos.

Huawei Honor Play

Huawei Honor Play
Apesar de uma série de problemas técnico-jurídicos da empresa chinesa nos EUA, ela tem se destacado no mundo dos smartphones. E, no de celular gamer, igualmente.

O Honor Play, que a fabricante prefere considerar smartphone comum, apresenta uma série de recursos que é mais que apropriada para games. Segundo usuários, a função a que se destina o GPU Turbo é muito bem desempenhada. Ele tende a tornar ainda mais rápidos alguns recursos de jogos.

Sua tela de mais de 6 polegadas se mostra bem relevante durante as sessões de jogos. Mesmo porque suas bordas são bem finas, o que oferece área de visualização ainda maior.

O processador Kirin não é, digamos, atual. Entretanto, não compromete em nada o sistema como um todo. Já memória de 4 GB ou 6 GB e o espaço para armazenamento de até 64 GB são baixos em relação a alguns concorrentes. Mas isso também não significa problemas.

Um destaque para esse celular gamer é o sistema chamado Smart Shock. Trata-se de ferramenta que faz o aparelho vibrar durante ações mais consistentes dos jogos. Isso provoca excelente sensação de realismo.

Como adquirir um celular gamer

Ainda não há modelos de celular gamer no Brasil.
Ainda não há modelos de celular gamer no Brasil.

Ainda não há modelos celular gamer no Brasil. Como se sabe, nem todas as novidades lançadas lá fora chegam ao país de imediato – aliás, isso é muito raro. Precisa-se de certo tempo para que, finalmente, estejam disponíveis por aqui.

Assim, uma das saídas é importação (veja outra mais abaixo). Entretanto, os custos de importação são empecilho razoável. Eles tornam indisponíveis as operações por parte da maioria dos consumidores brasileiros aficionados por jogos.

Os poucos jogadores inveterados que se prontificam a importar aparelhos alegam que a relação custo-benefício se torna improvável. Além disso, há ainda as questões de “sorte durante o processo de importação”. Não é pequena a quantidade de proprietários que dizem ter sido “iludida”, pois os aparelhos não se mostram convincentes.

Nesse caso, tente um adaptador

A Motorola tem alternativa interessante. Segundo informações de nossos leitores, ela atende bem às expectativas nem tão básicas de quem gosta de jogar por celular gamer.

Trata-se do Moto Gamepad. Ele é acessório perfeitamente acoplável ao dispositivo móvel e o transforma em celular gamer. Bem, não visualmente, pois amplia bem o visual do aparelho. Ele se adapta à linha Moto Z com facilidade. Talvez nem se possa chamar de celular gamer, mas em smartphone gamer adaptado.

Ainda assim, é excelente alternativa.

Celular gamer, não necessariamente

Entretanto, há diversas marcas de smartphone que podem ser usados perfeitamente como celular gamer. Não são tão específicos como os listados acima, mas servem muito bem.

Veja:

Xiaomi Redmi 6

Celular gamer Xiaomi Redmi 6
Celular gamer Xiaomi Redmi 6

É um bom exemplo de smartphone comum com possibilidade de ser um bom celular gamer. Contudo, não oferece boa experiência com o Pokemon GO. Ainda assim, é boa pedida.

Moto G7 Play

celular gamer Moto G7 Power
celular gamer Moto G7 Power

Nem todos os usuários aprovam esse modelo como celular gamer. Porém, talvez estes não saibam que um bom chip pode aumentar em até mais de 60% a performance do aparelho.

Moto G7 Power

Moto G7 Power
Os mesmos jogadores acima, porém, já aprovam esse modelo da Motorola. Seus desenvolvedores se preocuparam bastante com muitos recursos necessários a jogos e deixaram de lado outros menos importantes para isso.

Então, é isso. Celular gamer é estratégia dos fabricantes de smartphones para alavancar vendas de dispositivos. Estas estão cada vez menos estimulantes.

Contudo, sendo estratégia, tem sido muito bem aceita pelos consumidores. O que é muito bom para o mercado como um todo.

Você tem alguma experiência com celular gamer? Importou algum modelo nos últimos meses? Ou tem usado uma das alternativas que a gente elencou acima? Informe pra gente na área de comentários abaixo.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.