A Tectoy é uma empresa brasileira de videogames e aparelhos eletrônicos, fundada em 1987, com sede em São Paulo, pelo engenheiro argentino Daniel Efraim Dazcal, com a finalidade de desenvolver e produzir brinquedos de alta tecnologia, um ramo até então pouco explorado no mercado brasileiro.

A empresa obteve sucesso rapidamente e se transformou na representante exclusiva da Sega (grande empresa japonesa do mercado de videogames) no país. A empresa foi a fabricante exclusiva no país de todos os consoles da Sega lançados no ocidente, do Master System ao Dreamcast (lançando o primeiro em 1989, o Mega Drive em 1990, o Game Gear, primeiro console portátil programável fabricado no Brasil, em 1991, o Saturn em 1995 e o Dreamcast em 1999).

Com a Tectoy, a Sega teve uma vantagem enorme sobre a rival Nintendo no mercado brasileiro. Embora haja incontáveis clones do NES no Brasil, a Nintendo não teve nenhum representante oficial até 1993. Desta maneira, o Master System era um sucesso no país, e a própria Tectoy fez versões do console exclusivas para o mercado brasileiro. Na primeira metade da década de 1990, a Tectoy chegou a possuir 80% do mercado brasileiro de videogames.

A Tectoy traduziu diversos jogos para o idioma português. Suas traduções incluem Phantasy Star (Master System), Phantasy Star II, Phantasy Star III, Shining in the Darkness (Mega Drive), e Riven (que teve também vozes dubladas, Saturn).

Além disso, vários jogos que no exterior estavam disponíveis apenas para o Game Gear foram convertidos para o Master System, como Baku Baku Animal, Sonic Blast e Virtua Fighter Animation, entre outros.

Modificou também alguns jogos para substituir os personagens com as licenças locais, de modo que Teddy Boy se transformou em Geraldinho, alguns títulos da série Wonder Boy in Monster Land transformaram-se em jogos da Turma da Mônica (Mônica no Castelo do Dragão e Turma da Mônica em O Resgate), e Ghost House tornou-se Chapolin X Drácula.

A Tectoy também foi responsável pelo desenvolvimento completo de vários jogos, entre eles Street Fighter II – versão feita para o console Master System sob licença da Capcom -, Duke Nukem 3D e Pica-Pau – para o Sega Mega Drive. Recentemente, a empresa desenvolveu uma versão do jogo televisivo Show do Milhão para o console Sega Mega Drive.

Sob o selo Tec Toy Multimedia, distribuiu, durante parte da década de 1990, jogos para PC no mercado brasileiro, dentre eles Blade Runner e StarCraft, além de games da Sega, como Daytona USA.

Antes mesmo que o Dreamcast saísse de linha e a Sega deixasse de produzir consoles, a Tectoy percebeu que a sua sócia de longa data não andava bem no mercado e decidiu desfocalizar-se do mercado de videogames e ampliar seu campo de atuação para outros meios de entretenimento doméstico. Desde 2000, desenvolve e fabrica não só videogames, mas também outros produtos, como dispositivos de karaokê, DVD players e MP3 players.

Além disso, a empresa é responsável, através da Level Up! Games, à qual é associada, pelo MMORPG Ragnarök Online, além de outros jogos online, no Brasil. Contudo, ainda fabrica alguns consoles antigos da Sega, especialmente variantes do Master System e do Mega Drive com dezenas de jogos internos.

Além dos videogames, o brinquedo o mais bem sucedido da Tectoy é o Pense bem. O brinquedo consiste em um dispositivo que faz perguntas sobre vários temas, como história, geografia e matemática.

Em julho de 2005, é estabelecida a divisão Tectoy Mobile, destinada à publicação de games para aparelhos celulares. A empresa também desenvolve jogos para celulares, usando, sob licença, franquias como Sonic, Indiana Jones e Double Dragon, através de sua divisão Tectoy Digital, sediada na cidade de Campinas.