Escolha abaixo a seção que você procura:

+ Tirar Dúvidas     Ver Catálago Celulares →


telefones celulares apple

A IGB Eletrônica, mais conhecida como Gradiente, é uma empresa brasileira de eletroeletrônicos, fundada em 1964 no bairro Pinheiros em São Paulo, que foi largamente difundida na década de 1970 transformando-se em um poderoso grupo deste setor devido ao crescimento econômico brasileiro e a proibição da importação de equipamentos eletrônicos na época, além da implantação do polo manufatureiro da Zona Franca de Manaus.

A vem enfrentando problemas financeiros desde 2007 devido à concorrência mais acirrada dos dias de hoje, à compra da Philco em 2005 por 60 milhões de reais, que acabou culminando em um rombo financeiro após a sua venda, além de falhas administrativas que, praticamente paralisaram a companhia.

Desde então, a empresa entrou em processo de recuperação e voltou ao mercado brasileiro no primeiro semestre de 2012. No final de 2012 após uma enorme reestruturação, a empresa anunciou o smartphone Gradiente Neo One.

Além de aparelhos com projeto próprio a Gradiente sempre se valeu do uso de tecnologia de outros fabricantes, como a compra de aparelhos prontos de outros fabricantes como por exemplo, câmera de vídeo da Sony; montagem de aparelhos de outras marcas e modificação de aparelhos de outras marcas, um exemplo são os toca-fitas JVC; adaptação de mecanismos de terceiros em aparelhos de design próprio, por exemplo toca-fitas Alpine, amplificador Super A.

A utilização de tecnologia ou produtos de outros fabricantes ocorreu principalmente em razão da dificuldade de se projetar no Brasil aparelhos equipados com partes eletromecânicas, como era o caso dos toca-fitas e dos toca-discos.

Algumas empresas que forneceram tecnologia à Gradiente foram a JVC, Funai, Pioneer, Yamaha, Alpine, Sherwood.

Em 1983 a empresa lançou o videogame Atari 2600 com licença oficial da Atari num mercado infestado de clones não autorizados deste console. Por 10 anos a Gradiente foi a revendedora oficial dos consoles da Nintendo no Brasil (e antes disso lançara um clone do NES, o Phantom System), inicialmente em parceria com a Estrela, chamada Playtronic, fundada em 1993.

Em 1985 a empresa entrou no ramo de computadores pessoais com o Expert que seguia o padrão MSX estabelecido por empresas japonesas. Tinha como concorrente o HotBit da Sharp. Fez grande sucesso na época, sendo considerado o melhor MSX nacional, que tinha como diferencial marcante o teclado separado da CPU.

Em 1990, a empresa encerrou a fabricação do Expert e saiu do ramo de computadores. O retorno a este mercado só voltaria a ocorrer em 2002 com o lançamento do Oz, um computador, no padrão PC, de design de gabinete diferenciado, não havendo novidades na parte eletrônica, sendo vendido por cerca de 1 ano, e logo após a empresa novamente se retirou do ramo da microinformática.

Site: www.gradiente.com.br